938-Rejeicao: Nao informada vBCSTRet, pST, vICMSSubstituto e vICMSSTRet

Ola
Lembrando que esta nova rejeição faz parte da nova técnica da receita federal pra Maio de 2019.

Você deve acessar o Menu-> PrincipalUtilitários -> Configurações
Ir até a ABA (Outras configurações) e modificar a opção Forçar gerar Tags

Veja imagem abaixo – Mude pra opção Sempre – Provavelmente em suas configurações vai estar configurador a opção Nunca. Portanto mude para opção Sempre
forcar_gerar-tags

 

 

Cálculo de Aproveitamento de Crédito de ICMS (pCredSN e vCredICMSSN)

A alíquota pCredSN para o cálculo é informada pelo Escritório de Contabilidade, pois ela é calculada conforme o faturamento dos últimos 12 meses e pode variar de UF para UF. Sendo assim, eles informam a alíquota que deve ser aplicada durante o mês. A configuração da alíquota deve ser feita no dia 01 e permanece até o último dia de cada mês.

Como exemplo, digamos que você venda um item no valor de R$ 250,00 e a alíquota (pCredSN)  seja 1,90% (simbólico).

Esta informação consta apenas no XML não fica visível no DanFe
SIMPLES

 

Sobre decreto em Minas Gerais (Mas lembrando que esta regra e nacional).

26b7d2f0-051c-4916-847f-e1e909f96f90

PIS e COFINS e a recuperação de créditos

Somos especialistas em com recuperação créditos tributários. Existe hoje uma normativa no governo que permiti empresas do setor de auto peças entre outros seguimentos a recuperar parte do valor pagos em impostos. Como atualmente somente com planejamento tributário.Nós trabalhamos no exito, portanto não cobramos nenhum valor para analise, apenas cobramos o comissão no exito, e a receita federal credita na conta bancária de sua empresa entre 20 a 60 dias a vista.

 

Mais informações favor nos chamar no telefone/whatsapp(31) 98856-1070 – Falar com Julio

Emissor de NFCe (Cupom fiscal eletrônico) – Conheça o gPDV 

Código de Segurança do Contribuinte (CSC) – Token NFC-e

 

Emissor de NFCe (Cupom fiscal eletrônico) – Conheça o gPDV 

O que é o código token utilizado no projeto NFC-e?
O código token é um código de segurança alfanumérico (uma senha), de conhecimento exclusivo do contribuinte e da Sefaz, usado para garantir a autoria e a autenticidade do DANFE NFC-e.

Como posso obter o código token?O código token deverá ser obtido por meio do atendimento online, disponível no sítio da Sefaz de cada Estado.

Qual a finalidade do código token?
Para o consumidor, possibilita que este verifique a validade da NFC-e por meio da leitura do QR Code impresso no DANFE NFC-e. Para empresa, representa a garantia de que seu DANFE NFC-e não será falsificado por terceiros.

Como devo utilizar o código token?
Quando o contribuinte for efetuar as configurações e os cadastros no programa emissor, deverá cadastrar o código token e seu identificador (ID) correspondente, conforme os campos disponíveis no emissor.

O que ocorre se eu não configurar o código token no emissor de NFC-e?
A não configuração do código token no emissor não impedirá a emissão da NFC-e, porém não permitirá ao consumidor confirmar a autenticidade da NFC-e por meio da leitura do QR Code impresso no DANFE-NFC-e

Posso solicitar quantos tokens?
Não há um limite máximo de solicitações, porém uma mesma empresa somente poderá utilizar dois tokens ativos simultaneamente.

Tenho que solicitar um token para cada estabelecimento?
Os tokens solicitados serão válidos para todos estabelecimentos do contribuinte dentro do estado.

Posso alterar meu token?
Sim. A qualquer momento a empresa poderá revogar um ativo e solicitar um novo token.

Existe algum ambiente de homologação ?
Sim, cada Sefaz Estadual deverá  disponibilizar um site para para homologação, onde também será possível, gerar o que seria um código Token  (CSC).


 

Acre (AC)

Efetue o credenciamento presencial, logo depois, acesse o site da Sefaz AC, faça o login com a senha credenciada e emita o CSC.

Requisitos para credenciamento.

Alagoas (AL)

Efetue o credenciamento, clique aqui para saber como, logo depois o CSC deve ser solicitado presencialmente na diretoria de cadastro.

Amapá (AP)

Solicite o credenciamento através do SATE, mediante o login e senha do posto fiscal e após a liberação do credenciamento, basta solicitar o CSC no menu ‘Gerar CSC’.

Amazonas (AM)

A Sefaz AM dispensou o credenciamento para a emissão da NFCe, tornando a emissão do código CSC mais simples.

Entre no site, acesse DT-e, clique em ‘ver todos’ e encontre os links para emissão do CSC em ambiente de homologação ou ambiente de produção.

Em caso de dúvidas, verifique o manual de utilização do CSC disponibilizado pela Sefaz AM.

Bahia (BA)

A Sefaz BA não exige o credenciamento prévio para gerar o CSC, basta acessar esse link e selecionar a opção ‘Solicitar/inutilizar CSC’.

Ceará (CE)

No Ceará, a emissão de NFCe não foi disponibilizada, há apenas a emissão do documento CFe – MFe.

Porém, quando há problemas com a emissão do MFe, a Sefaz libera a emissão da NFCe temporariamente.

Distrito Federal (DF)

Efetue o credenciamento nesse link e siga o passo a passo descrito nele.

Espírito Santo (ES)

Basta acessar esse link para fazer o credenciamento e gerar o CSC, seja de homologação ou de produção.

Goiás (GO)

Acesse esse link, clique em ‘Credenciamento NFe’, logo, seu certificado digital será identificado e seguirá com o procedimento.

Após isso, emita o CSC nesse link e escolha homologação ou produção.

Maranhão (MA)

O credenciamento e o CSC devem ser efetuados por meio da SefazNet.

O contribuinte deve informar a Inscrição Estadual que quer cadastrar e será credenciado automaticamente.

Mato Grosso (MT)

A Sefaz MT não exige o credenciamento prévio para a emissão da NFCe, basta acessar esse link para o CSC em homologação.

E para o ambiente de produção, siga esse passo a passo que a Sefaz MT disponibiliza.

Mato Grosso do Sul (MS)

Efetue o credenciamento para a emissão da NFCe nesse link e gere o CSC nesse link.

Minas Gerais (MG)

A NFCe ainda está em fase de implantação no estado de Minas Gerais, acesse …

Pará (PA)

Siga o passo a passo desse manual e gere o CSC no site da Sefaz PA.

Paraíba (PB)

Efetue o credenciamento nesse link e gere o CSC aqui.

O acesso pode ser feito por meio de login e senha ou por certificado digital.

Paraná (PR)

Para gerar o CSC, acesse o Portal da Receita do Paraná e siga esses passos: Serviço – Menu DFe – NFCe – CSC – Controle.

Pernambuco (PE)

Siga o passo a passo desse manual e gere o CSC no site da Sefaz PE.

Piauí (PI)

Segundo a Portaria GSF Nº 606 /2015é necessário fazer uma manifestação de interesse formalizada exclusivamente através do e-mail: nfce@sefaz.pi.gov.br

Rio de Janeiro (RJ)

Acesse o Portal NFCe e selecione a opção ‘Geração e manutenção de CSC’.

Para realizar o procedimento com segurança, siga as instruções do manualdisponibilizado pela Sefaz RJ.

Rio Grande do Norte (RN)

Obtenha o credenciamento junto à Secretaria de Tributação do RN, assim, será concedida a autorização para emitir NFCe às empresas que participam do Projeto-piloto no Estado.

Verifique mais sobre aqui.

Rio Grande do Sul (RS)

Siga os passos a seguir:

– Acesse o site da SEFAZ-RS;
– Clique em ‘Manutenção de CSC’ e faça o login;
– Clique em ‘Meus Serviços’;
– Acesse o menu “Nota Fiscal de Consumidor Eletrônico”, logo, clique em ‘Manutenção de CSC’.

Rondônia (RO)

Acesse este link e faça login para gerar o CSC.

Roraima (RR)

Obtenha o CSC no menu LOGIN do Portal Estadual da NFCe.

São Paulo (SP)

Faça o credenciamento nesse site, e logo, no mesmo link, acesse o menu ‘Gerenciar Cód. Segurança’.

Será possível a emissão do CSC em ambiente de homologação ou de produção.

Mas atente-se que, no ambiente de produção, pode ser emitido somente após a ativação e vinculação do equipamento SAT.

Santa Catarina (SC)

Em Santa Catarina o documento disponível é o PAF ECF, entenda sobre ele neste artigo.

Sergipe (SE)

Siga os passos a seguir:

– Ambiente de HomologaçãoO CSC pode ser gerado pelo contribuinte no Portal da NFCe.
– Ambiente de ProduçãoO CSC pode ser gerado pelo contribuinte no portal da SEFAZ, utilizando o menu da NFCe, disponível na ferramenta e com o uso do Certificado Digital da empresa.

Tocantins (TO)

Acesse esse link e faça login com a senha gerada no posto fiscal.

Obs: O login e a senha do posto fiscal é obtido pelo contador.

 

Problemas para rodar o firebird 1.5 no windows 10

Olá,
Desenvolvemos este aplicativo grátis para qualquer pessoa
A Microsoft lançou uma atualização em Janeiro de 2018 que causou incompatibilidade para instalação do Firebird 1.5 no Windows 10.  Se você utiliza o Windows XP, Windows 7 e Windows 8 não e necessário utilizar este aplicativo

Para quem utiliza o Windows 10 esta tendo este problema.

Download
http://www.perfilsistemas.com.br/download/FireBird1_5.exe

 

Lembre-se: Você precisa executar o aplicativo em modo administrador

Comunicado gFinance

Olá,

Muitos de nossos clientes sabem que em mais de 6 anos de existência do gFinance nunca fizemos nenhuma cobrança adicional por algum serviço extra, e neste tempo a nFe iniciou na primeira geração chamada de NFe 1.0, depois a segunda geração NFe 2.0,e depois de terceira geração NFe 3.0, e em seguida NFe 3.10, em todas gerações da NFe o valor da mensalidade cobre este custos. Em Junho/2018 vai iniciar a NFe 4.0 que talvez seja o pacote lançado do governo que vai trazer maior impacto para você contribuinte, uma vez que a Receita/SEFAZ implementou vários novos conceitos, tornando a regra de emissão da NFe de certa forma até um pouco mais dura, e como sempre buscamos minimizar o máximo para que o usuário não sinta tais mudanças, e a NFe 4.0 continua estando dentro do pacote de mensalidade, e já estamos com ela pronta, e não vamos deixar pra soltar esta atualização para próximo do limite. Então até no máximo 10/04/2018 vamos deixar disponível a versão 3.1, após esta data o sistema passara a ter a duas opções (Emitir a NFe na versão 3.10 ou 4.0), quando for 30/04/2018 o sistema só permitirá a emissão da NFe 4.0.
Este ano de 2018, logo no início do ano a Microsoft lançou uma atualização para usuários do Windows 10 que vem causando erros, anomalias, com nosso gerenciador de banco de dados FireBird e também outros produtos no mercado. Nós utilizamos atualmente a versão 1.5 do Firebird, um poderoso gerenciador de banco de dados profissional OpenSource sem nenhum custo ao usuário final. Os usuários do Windows XP, Windows 7, Windows 8 não sofreram este problema.
No entanto precisamos fazer um ajuste no sistema com finalidade de migrar o Firebird 1.5 para Firebird 2.5 e isto demanda um trabalho complicado que visa dar estabilidade para os próximos 3 a 10 anos, tendo em vista que a versão 1.5 perpetuou por mais de 10 anos. Então mesmo que você não use o Windows 10 teremos que fazer esta migração, uma vez ser impossível manter um sistema hora funcionando com Windows 10 na versão do Firebird 2.5 e hora sistema para outros sistemas operacional com FireBird 1.5. Então temos que atualizar o FireBird e manter todos usuários dentro do que há de mais moderno em relação a gerenciador de banco de dados. Uma vez que o FireBird 2.5 e ainda mais seguro e robusto, e aceito pelo novo Windows e também versões anterior e futuros novos lançamentos da Microsoft o que não vai mais ocorrer com Firebird 1.5. Lembrando também que Windows XP a Microsoft já não da mais suporte, e em breve ocorre o mesmo com Windows 7. Logo não adianta fugir das tendências.
Novamente saliento que nestes mais de 6 anos de comercialização de nossos produtos nunca cobramos por serviço extra, este valor visa hora técnica de um profissional para contornar problemas de atualização relacionada ao Windows/Microsoft.

Este serviço deve ser executado em caráter de urgência, seu computador deve ter acesso a internet, e você vai precisar nos liberar acesso remoto para realizarmos este procedimento que pode demorar até 30 minutos. Estabelecemos um valor justo para execução do serviço.

Importante: Pedimos que o você jamais tente buscar na internet soluções como Instalar o FireBird 2.5 por sua conta, o procedimento não e simplesmente instalar o FireBird 2.5. Vamos executar uma conversão do banco de dados seguindo a norma dos desenvolvedores do FireBird.
ATENÇÃO – Neste pacote de migração está incluso a migração do sistema também para nota fiscal eletrônica 4.0. Que começa a valer a partir de 02/07/2018. SEFAZ não mais vai aceitar a versão 3.10 da NFe. Portanto além de migrar o FireBird vamos deixar você com a nova versão da NFe 4.0 obrigatória (Isto até seu contador certamente tem ciência da existência), e este prazo não vai mais ser prorrogado pela SEFAZ

Estabelecemos o serviço de duas forma
a) Opção de execução do serviço via acesso remoto com custo de R$ 50,00 podendo ser parcelado em até 2x
b) Opção de execução do serviço presencial no valor de R$ 110,00 podendo ser divido em até 2x (O Serviço presencial e valido para Belo Horizonte e Contagem)

Ambas formas de pagamento pode ser parcelado em até 2 vezes juntamente da mensalidade.
Estamos aproveitando o gatilho também para manter todos informados das novidades impostas pelo fisco com prazo muito antes do previsto. Talvez poucas empresas de software tenha se antecipado tanto ao prazo quanto a Perifl Sistemas.

 

ATENÇÃO: A partir de 10/04/2018 o sistema gFinance vai esta convertido para funcionar somente com a versão do Firebird 2.5. Se você atualizar sistema após esta data o sistema vai emitir um aviso e bloquear a abertura, para que possamos realizar a conversão do banco de dados, estamos avisando com antecedência para você não atualizar o sistema e agendar conosco dia e hora para realizar o trabalho de preferência REMOTAMENTE. Caso você decida ignorar a leitura deste email, e atualizar o sistema sem prévio agendamento conosco, pedimos até 4 dias, porque vamos tratar todos usuários com igual preferência, não passando nenhum à frente do outro, todos devem ter o bom senso de imaginar que todos tem urgência, nenhuma urgência e maior que a outra. O comunicado que estamos enviando deixa o usuário se programar sem causar transtornos a nenhuma das partes. E pedimos a compreensão de todos, e sabem que da nossa parte o volume vai au mentar muito, portanto da parte de vocês cabe apenas a leitura e agendamento sem atualizar o sistema após a data indicada.

Comunicado GEstacionamento/GIgreja

Muito de nossos clientes sabem que temos a política de oferecer software com baixo valor de investimento e boa qualidade, com isto fidelizamos nossos clientes mantendo o valor da anuidade por longos anos sem correção.

Este ano de 2018 a Microsoft lançou uma atualização para usuários do Windows 10 que vem causando conflito com nosso gerenciador de banco de dados FireBird. Nós utilizamos atualmente a versão 1.5 do Firebird, um poderoso gerenciador de banco de dados profissional OpenSource sem nenhum custo ao usuário final. Windows XP, Windows 7, Windows 8 não sofreram este problema.

No entanto precisamos fazer um ajuste no sistema com finalidade de migrar o Firebird 1.5 para Firebird 2.5 e isto demanda um trabalho complicado que visa dar estabilidade para os próximos 3 a 10 anos. Então mesmo que você não use o Windows 10 teremos que fazer esta migração, mesmo que criemos um tutorial para você executar seria muito arriscado, sendo algo extremamente técnico.

Novamente saliento que nestes mais de 5 anos de comercialização de nosso software nunca cobramos por serviço extra.

Este serviço deve ser executado em caráter de urgência, seu computador deve ter acesso a internet, e você vai precisar nos liberar acesso remoto após pagamento do serviço,para realizarmos este procedimento que pode demorar até 30 minutos. Estabelecemos um valor justo para execução do serviço.

Valor R$ 35,00 (Pagamento ÚNICO). O usuário que deixar de fazer esta migração pode ter sérios problemas a longo prazo, não conseguindo pegar novas atualizações.
Observação: Você não e obrigado a pagar por esta atualização, mas em caso de utilização do Windows 10 fique atento a atualizações da Microsoft (Desative-a), e aqueles que não são usuários do Windows 10 (Na próxima renovação conosco, esteja ciente que vai precisar fazer o pagamento da licença + esta valor deste serviço, e deve fazer a renovação com tempo de 30 dias antes do vencimento), porque esta atualização pra gente e irreversivel, as grandes corporações impõe novas tendêcias, e temos que seguir, e já chegamos ao limite de uso da versão do FireBird 1.5. Lembrando que a Microsoft não da mais suporte no Windows XP, e futuro não muito distante não vai dar também ao Windows 7.Portanto estamos dando um passo para o futuro e atender as novas exigências das grandes corporações de software.

Clique aqui para ver como realizar o serviço